Boa Noite, Seus Filhos Duma Pleura

Yes, we can... not. Sorry.

sábado, 28 de agosto de 2010

OS 25 MELHORES EPISÓDIOS DE CHAPOLIN




Mais uma vez, peço desculpas pela demora sem vergonha para atualizar esta merda aqui. É porque eu era uma pessoa cretina, de alma miserável que não dava atenção a nada e a ninguém, mas agora, cadáveres da internet, mudei. Sim, mudei e foi para melhor. Não sou mais um bastardo herege que distorcia tudo que me diziam a meu favor, tão menos um manipulador ardiloso promovendo comunidades hippies de suicidas no interior do Mato Grosso... ... tá, acho que não devia ter falado isso. Ou seja, em outras palavras, minha vida deu uma guinada porque... ...encontrei o crack, esse pedaço amaldiçoado de dentes do predador. A Wyrm. O capiroto. Ele abriu as portas de uma nova perceção e da minha carteira para um amplo mundo de possibilidades, acho que todos os deputados deveriam aderir a ele também, o Senador Suplicy já é um dos irmãos, e vamos todos juntos... direto para o fundo do Yomotsu. Não sabe o que é o Yomotsu? Pergunte ao seu professor de japonês. O que? Você não tem aula de japonês? Não acha que tá na hora de começar a encarar a vida de forma mais séria não?

Enfim, para inaugurar essa minha nova fase de iluminação, atendendo a milhares de pedidos (três), escreverei uma lista dos melhores episódios de Chapolin Colorado, um Top 25, comemorando os 25 anos da primeira transmissão no Brasil (nesse ano completam 26, mais número quebrado é ruim pra cabeça).

25 - OS DUENDES





Até hoje, eu não sei muito bem porque chamam groselha de água de jamaica em São Paulo, mas enfim, o que importa é que era assim que um duende era atraído nesse episódio que, dentre os mais comuns, era um dos que menos passava. Os duendes no episódio do Chapolin eram um grupo de fantochezinhos muquiranas que roubavam coisas da casa de um casal e que se sentiam curiosamente atraídos por água de jamaica. Pra mim, isso é um nome bonito pra "vício da porra", ou seja, duende em chapolinês significa "gente chegada num barato de groselha". Porque é docinho e desce mais rápido, Minha análise? Ô gente mais sem imaginação, espera só conhecerem o crack. Suplicy, mostra pra eles.



Boa, Suplicy.
Próxima.

24- UMA COISA É SER SANSÃO E OUTRA É USAR PERUCA





Esse também faz parte dos que passou pouco durante os anos 2000. O mais engraçado do Chapolin é que ele realmente acha ser foda. Mas ele só é foda aqui por causa de uma peruca lendária que na verdade trata-se da Cabeleira de Sansão, um aparato que torna a pessoa que a põe virtualmente invencível. A alusão à Dalila é ótima também, pois a personagem de Florinda Meza García (sim, é a Dona Florinda e sim, ela tem o mesmo nome da personagem, a maioria deles também têm) usa a peruca sem nenhuma ambição após vê-la de bobeira pelo laboratório, tornando-se ultra forte. A cena do Chapolin recebendo os tiros e se achando o sinistrão só por estar protegido pela pelagem preta mal-feita pacacete, é a melhor do episódio.

23- O VERNIZ INVISIBILIZADOR





Esse deve ser um dos episódios que eu mais vi. O personagem de Ramon Valdez (faz o Madruga) quer pintar a casa, mas um 171 interpretado por Carlos Vilagrán (Kiko) mistura um verniz que torna as coisas invisíveis à mistura. Enquanto Ramon faz exercício do lado de fora, a personagem de Florinda pinta a parede e depara-se com a surpresa. Esse é um dos episódios que apresenta um dos truques do Chapolin, a Corneta Paralisadora, e é também um dos episódios mais divertidos. Mas, cara, tinha tantas cores fortes espalhadas pela sala sendo pintada (o que é irônico) que me lembrava que, todas as vezes que o episódio acabava, eu ficava com uma puta dor de cabeça quando criança. Hoje descobri que a dor de cabeça era por culpa dos energéticos... ...não entendeu a piada? Pergunte a seu professor de Chavês? O que? Você também não tem Aulas de Chapolinês? Cara, tu estuda aonde?!

23- PARA FUGIR DA PRISÃO (O CAPATAZ)





"Chapolin: Escuta, com quantos golpes você acha que são necessários para que eu quebre essa corrente? Prisioneiro: Puxa, Chapolin, com essa sua força, cerca de uns dois ou três... ...mil golpes." Esse é o episódio mais criminoso e absurdo de toda a série. O Chapolin ajuda dois prisioneiros a fugirem da cadeia porque o trabalho que o Capataz (um ator convidado) dava era muito árduo para eles (!). E ele ainda reluta pouco antes de aceitar! Pior ainda: bate no Capataz porque ele queria impedi-lo de fugir com o prisioneiro! Agora quer o golpe final? Essa porra de seriado é pra criança! Sim, eu sei. Inacreditável. Hmmm... O que o Suplicy tem a dizer sobre isso?



Boa, garotão! Cartão Vermelho neles!
Mas vamos lá...

21- O CIRCO DE PULGAS





Já O Circo de Pulgas conta a história de um treinador de pulgas (eu pesquisei na internet e descobri que essa porra realmente existe, agora imagina a agonia da mãe de um meliante desses quando ele fala pra ela que sua vocação é fazer pulga pular bonitinho, vida escrota essa) que pede abrigo numa bonita casa porque precisa de carona até a cidade. Nesse meio tempo, as pulgas fogem e... e... Narrador de Sessão da Tarde ON: "TUDO VAI PELOS ARES COM ESSA TURMINHA MUITO LOUCA QUE ADORA UMA CONFUSÃO! E ELES APRONTARÃO AS MAIORES LOUCURAS PARA FUGIR DESSA TREMENDA ENRASCADA!" Narrador de Sessão da Tarde OFF. O mais legal desse episódio é mostrar um Chapolin se desentendendo com a pessoa que veio ajudar a ponto de cair na porrada com ele (bem, na verdade, entrando na porrada por causa dele). Descobrimos também que bastam algumas porradas para que ele vire uma bicha vingativa e mate a última pulga adestrada (isso porque ele vai matando uma a uma, só que sem querer, mas essa última foi de propósito mesmo). Pois bem, além, de usuário e traficante, aproveitador e falso moralista, conspirador e fugitivo, agora também um assassino anti-ecológico, e isso sem contar que ele tirou o sustento do pobre adestrador por pura vingança! F-I-L-H-A-D-U-M-A-P-U-T-A!



20- O MENINO QUE JOGOU FORA OS BRINQUEDOS





Esse é um dos poucos episódios realmente educativos. Um menino mimado que tem tudo porque sua família tem uma boa condição financeira e o pai adora agradá-lo, acaba por jogar seus brinquedos por cima do muro para conseguir brinquedos novos. Nisso, um aparentemente ladrão invade seu quintal e começa a roubar os brinquedos, mas depois é revelado que trata-se de um pai desesperado e pobre querendo presentear seu filho com alguns brinquedos depois que vê um monte deles jogados na rua enquanto passava. Esse episódio é muito bonito e o roteiro é muito bem-feito. A moral do Chapolin com o garoto é levemente piegas, mas compreensível: para que as crianças entendam facilmente a lição. A música "Os Astronautas" não tem muito a ver com a trama, mas é muito bacana e verdadeiramente infantil, além de agradável. Pior que essa porra funcionou mesmo, quando eu era criança cheguei a conhecer alguns moleques que faziam isso e que mudaram depois do episódio.... ...Maldito manipulador...



19- CADA UM VALE PELO QUE É





Seu Delgadinho, um rabugento gorducho, e outros velhinhos de um asilo chamam o Chapolin Colorado para pararem Seu Mundinho, um vovô que acha ser o Polegar Vermelho, mas que é só um esquizofrênico fudido das caixola. Esse é um dos episódios, tal qual o do garoto que jogava fora os brinquedos, que possui a Pílula de Polegarina, o Chapolin a usa para encolher e se passar pela consciência de Seu Mundinho tentando mudá-lo num dos mais inteligentes e comoventes diálogos de todo o seriado até então: "...Seu Mundinho? Mas eu não quero ser o Seu Mundinho! O Seu Mundinho é ninguém. Só um velho cansado...", ou algo parecido, muito bonito e singelo. Dos mais sérios, é o melhor episódio pra mim.



18- O VAZAMENTO DE GÁS





Um jovem casal sente cheiro de gás na sua casa e chama o Chapolin para encontrá-lo. Após fazer da vida do vizinho de baixo um inferno, eles descobrem que o vazamento de gás é lá, dentro do fogão, e tem a "genial" idéia de acender um fósforo para enxergar melhor. A idéia não é das mais originais, aliás, fechamento de episódios nunca foi o forte do Bolaños (criador), mesmo assim, a conclusão é hilária, revelando o quão profundamente enraigada está a demência do Polegar que só não matou todo mundo ali porque a censura dessa merda é livre (apesar do episódio do capataz...).



17- O PORCA-SOLTA





Fiquei entre esse e A Volta do Renegado para essa posição, um dos muitos e ótimos episódios de faroeste do seriado. Um "louco-maníaco-psicopata-fudido-da-merda-e-pancado-da-porra" procurado pela polícia foge do sanatório e começa a aterrorizar a cidade, a notícia é ouvida pela enfermeira do Dr. Chapatin, um velho senil com vômito de peste na cabeça, que logo fica eufórica querendo dar a xo... não, brincadeira, ela só fica desesperada mesmo. O episódio traz dois personagens de Bolaños num episódio só, apesar de não interagirem naqueles efeitos porcalhões que parecem saídos de Crepúsculo. Além disso, é um dos poucos episódios com piadas pouco repetitivas... ...tirando a parte meio nada com nada do Chapolin tentando botar o louco pra dormir de vez num banco de praça usando um funil e um clorofórmio com a ajuda de um detetive, ainda assim, o roteiro é bonzinho e bem-aproveitado.



16- HOSPEDARIA SEM ESTRELAS





Super Sam! O casal proprietário de um hotel tenta se precaver da fuga de um bandido procurado, para tal, cada um chama heróis diferentes sem perceberem, ele invoca o Chapolin Colorado, o herói da América Latina (com razão ainda estamos subdesenvolvidos), e ela, o Super Sam, o hilário herói da América. Após o casal discutir muito quanto à divergência entre os uniformes e a longa noite finalmente acaba, o episódio conclui sem muita coisa ter realmente acontecido, bem bobinho. Dizem as más-línguas que Bolaños reduzia o tempo do Super Sam em cena porque este roubava fácil a atenção do Polegar, mas há quem diga que isso é bobagem também já que Ramon Valdez era o mais querido por todos do elenco. O importante é que, apesar do episódio não ter um vilãozinho sequer a não ser uma barata no quarto do Chato do 7, possui uma das melhores cenas: os dois heróis dividindo a mesma cama e quarto sem perceberem. OOOOu seja, além, de criminoso, meliante conspirador, aproveitador, covarde, usuário, entre outros, é também um violado analmente e sem sequer se dar conta... não, nada a ver, essa foi mó forçada. Essa porra tá me fazendo mal.
Seguindo em frente...



15- NÃO SE ENRUGUE COURO VELHO QUE TE QUERO PRA TAMBOR





A frase do papagaio Luis Manuel é uma das muitas que acabaram por ficar emblemáticas dentre os fãs. Um assassino foge da prisão (pra variar) e um grupo de pessoas se abrigam numa cabana, eles suspeitam que um deles seja o assassino, para descobrir quem ou protegê-los caso nenhum o seja, o Chapolin é chamado para o trabalho. Bom episódio com alguns ótimos diálogos, o do "cachorro do meu pai" é de longe uma das melhores piadas da série. O final, pra variar, é forçado (a mulher aparentemente inocente, na verdade, é um assassinado disfarçado), mas não menos surpreendente. Um dos poucos episódios também em que as coisas não se resolvem, parecem interrompidas apenas pela metade... SEEEEE não me engano, o Chapolin chega a dar idéia nela ou até dar uns pegas de leve.... hmmmm.....acho que estou vendo coisas...



14- A CASA VELHA





O Chapolin ajuda uma garota e seu tio a se vingarem do proprietário desonesto que tenta expulsá-los da propriedade por não pagarem o aluguel, já que a casa onde moram está caindo aos pedaços. Cara, esse episódio é muito bom, tanto pela quantidade de tombos e hematomas que o Polegar consegue só pelo fato da casa cair aos pedaços quanto por culpa de Ramon Valdez que está inspiradíssimo como o velho cansado e reclamão. E nem comento a carisma de Florinda. Sem dúvida um dos melhores.



13- A TROCA DE CÉREBROS





Esse é um dos vários que tem duas versões, ambas muito boas. Um cientista louco durante uma conferência com estudiosos tenta provar que seu invento é capaz de trocar a consciência, intelecto, e personalidade de um indivíduo, pelo o de outro. Muito execrado, ele tenta pôr o seu experimento pra funcionar independente de seus colegas da comunidade internacional. Para tal, ele chama o Chapolin e começa a enrolá-lo, usando-o como cobaia (o legal é que ele queria trocar o cérebro do Polegar esquecendo que isso tá em falta dentro da cabeça dele). No final, um dos cientistas troca de cérebro com o cachorrinho Tirolês por culpa do nosso herói (tá vendo?) mesmo com o cientista louco já aprisionado. A cena do cientista trocando de cérebro com uma repórter e esse começando a dar em cima do Polegar é hilária e a melhor do personagem. Carlos Vilagrán também está inspirado no papel de um cientista meio idiota. Um clássico.



12- O ABOMINÁVEL HOMEM DAS NEVES





"Não. É um urso.". Fato, esse seguramente é um dos três episódios que mais se repetiu. A sorte é que ele é bom pacacete. Um jovem casal vai passar a noite numa cabana para se abrigar do clima cruel das montanhas nevadas. Lá, a lenda do Homem das Neves é ressuscitada e o Chapolin é chamado para ajudar. E o faz com um puta cagaço. Cenas como a janela que anda (que eu passei uma boa parte da minha juventude pra tentar entender como funcionava), e a luta impagável no final do Chapolin contra o Monstro, já faz cada segundo de filmagem valer a pena. A cara de pamonha do Valdez como O Homem das Neves também é perfeita. Junto com este, outros genéricos apareceram, como o episódio O Fantasma do Riacho Molhado e O Lobisomem, mas esse eu considero melhor.



11- O PINTOR (LEONARDO DA VINCI)





O episódio também é conhecido como "O Retrato do General Vivár". E não vai muito além de um pintor que precisa completar a encomenda da tela do retrato de um militar mas que terá que recomeçar do zero, já que sua obra semi-encerrada foi apagada sem querer pela própria assistente estúpida. O Chapolin é chamado e sem muito motivo começa a contar a história de Leonardo Da Vinci com Dom Raphael. O nível de interação de Bolaños com Edgar Vivár (Barriga) beira a perfeição de tão natural e o nível de atuação também está altíssimo e Edgar, que já dava a crer ser um dos melhores atores da trupe, mostra aqui reinar quase absoluto, roubando a cena de Bolaños sem esforço, e olha que o Leonardo Da Vinci dele é fantástico também. Um grande episódio. Com uma das raras excelentes conclusões.

10- EXPEDIÇÕES ARQUEOLÓGICAS





Segundo o SBT, esse é o mais elogiado episódio pelos fãs mexicanos, que lá o chamam carinhosamente de O Episódio da Fronteira. E de fato, o episódio é inovador. Além da trama se subverter várias vezes e não ser facilmente solucionável, é um dos poucos também que usa o cenário com mais coerência, o ajudando a tornar-se tanto problema, quanto resolução dele. É meio complicado, mas a história é: após a escavação bem-sucedida de um grupo de arqueólogos fazerem eles precisarem de ajuda pra carregar tudo, o Chapolin "ajuda" o grupo na carga, mas ele atrapalha e atrasa muito mais do que qualquer outra coisa. O grupo tem pouco tempo pra chegar à fronteira do território, e o herói terá que entrar em ação mais uma vez... ... é mais ou menos isso. Nunca o Chapolin atrapalhou tanto quanto aqui, além disso, os diálogos são brilhantes, os personagens, caricatos e debochados como nunca antes o foram e a conclusão, é sensacional. Trata-se de um dos três episódios que mais gosto, talvez seja até o que eu mais goste de todos eles, mas não estou certo. Essa porra não me deixa pensar direito, e olha que esse já não é o meu forte.



9- A MÚMIA DO MUSEU





"E....". Se ouvir na TV a musiquinha mais repetida pelos fãs de Chapolin Colorado, isso significa que você está prestes a ver um dos melhores episódios de todos (cara! isso foi muito cafona!). Um grupo de ladrões tentam capturar a múmia de um museu substituindo a original por um dos capangas enquanto o museu está prestes a fechar. O polegar entra em ação após alguns estranhos acontecimentos se sucederem (isso quer dizer que não me lembro o porquê). A luta da múmia (a verdadeira) contra o Polegar é de rachar o bico e o cagaço do Chapolin, repetido inúmeras vezes durante os episódios mais tétricos, aqui é vencido por uma inédita dose de coragem... apesar da múmia ter surrado o nosso herói sem sequer mover uma atadura do seu corpo, a não ser com a ajuda do próprio.



8- "NÃO SEJA BURRO, CHAPOLIN!"





Os maiores vilões do nosso herói se unem para montar uma armadilha, usando como isca a ex-vagabunda de dois dos bandidos. Muito elogiado também, junto com o episódio do cachorrinho preso numa casa com o Tripa-Seca, é um dos que possui mais ação. A atenção é bem-dividida entre os vilões e os atores esbanjam carisma, uma ressalva para o Nenê de Rubén Aguirre Fuentes (Girafales) que é engraçadíssimo, e as ótimas situações que todos se metem. Tudo com um ar meio noir e de máfia. Além de popularizar outro bordão dentre os fãs: "BUUUURROOO!!"

Cara, eu não aguento mais...



7- O PLANETA VÊNUS





Dentre os mais famosos pelos brasileiros, o surreal episódio de Vênus gerou mais tarde um longa sobre o Planeta Marte e é um dos que possuem o maior orçamento. Um grupo de astronautas precisa de ajuda depois que perdem comunicação com a estação terráquea, perdidos em Vênus, eles até são mais ou menos ajudados pelo Chapolin, mas após conhecerem as nativas, mudam de idéia (e essa porra é pra criança hein). De bobeira em Vênus, o Polegar Vermelho dá um passeio e conversa com pedras durante uma viagem alucinógena de pizza espacial sendo que ninguém explica como ele chegou até outro planeta pela simples e espontânea vontade... ... mas enfim, isso só leva a crer que essa porra além de tudo que já foi dito, é também onipresente. Mas o episódio é bem bacana.



6- A CASA MAL-ASSOMBRADA





Esse tem umas três ou quatro versões. Um herdeiro precisa passar uma noite na mansão do avô caso queira ficar com a casa. Só que ela é habitada por fantasmas e monstros. Outro raro episódio com boa conclusão. Sem dúvida apresenta alguns dos melhores diálogos e uma das melhores atuações de Bolaños como Polegar em toda a história do seriado. Cheio de tiradas memoráveis e grandes sacadas, é plenamente compreensível seu sucesso no México (só recebiam mais de uma versão aqueles episódios que faziam mais sucesso entre os espectadores).

Gente, eu tô meio sem-graça. Acho que vou largar o crack... O que?! Ainda faltam 5 posições?! Crack! Volte aqui! Não me deixe!



5- OS PIRATAS





"Somos todos piratas! Malvados e temerários! Terríveis e sanguináriuuuus! Somos os donos do mar! HEEY!". Cara, eu perdi as contas de quantas vezes eu já repeti isso na sala de aula no ginásio só pra infernizar o professor. Esse aqui é brilhante. A premissa é simples. O Chapolin é convocado por um grupo de piratas rebeldes totalmente idiotas, e uma garçonete malandrinha que se insinua feito uma piranha, para organizar um motim. O vilão do episódio está entre os mais celebrados pelos fãs: o Pirata Alma Negra. A capacidade dos roteiristas de criarem piadas individuais confiando apenas no taco dos atores é invejável e funciona bem, sendo o maior destaque desses o pirata Lagartixa vivido por Carlos Vilagrán. E, rapaz, o dublador dele nesse episódio é fora de série. A melhor cena é a fuga na caverna prestes a soterrá-los. Muito divertido.



4- CLEÓPATRA





Um dos três que eu mais gosto. O episódio começa com a personagem de Florinda, uma vadia que gosta de bandido e está dividida entre Tripa-Seca e o Quase-Nada, mas que queria na verdade um ménage (a visão mental disso acaba de me poluir)... ... ...então, daí que o Chapolin chega pra resolver a situação mas, mais uma vez sem motivo aparente além de uma leve coincidência, ele conta a longa história de Cleópatra dividida pelo amor de Marco Antõnio e um fantástico Julio César de Bolaños, que aqui, reina absoluto. Além de todos esses, descobrimos uma menina realmente gostosa no elenco que fica abanando a Rainha do Egito com uma pluma confecionada pelo Clóvis Bornai no começo da história, a serviçal muda Artrites... Cara, eu acho que é a Maria Antonieta De Las Nieves (chiquinha), se for mesmo, meus parabéns, minha filha.



3- BRANCA DE NEVE





"Churin Churin Fun Flais" não significa porra nenhuma a não ser "preciso parar de misturar heroína com neston no café da manhã", mas não fosse pela longa e enfadonha música chiclete, daquelas que a gente não consegue parar de repetir (virou um verdadeiro hino essa porra), o episódio seria melhor. O episódio da Branca de Neve centra-se muito mais na Florinda que em todos os outros, na verdade, as atrizes aqui estão com mais importância do que nunca, Bolaños é apenas um coadjuvante, e se não fosse pela narrativa engraçadíssima do Polegar, passaria praticamente desapercebido. Mas não por isso ele seja desnecessário, as poucas vezes que o Dunga que ele interpreta aparece em cena, são dignas. Mas o mérito todo vai para Rubén Aguirre, o Mestre dele é muito bom. Pena que o final seja fraco (vejam na internet).



2- SAI DE BAIXO QUE LÁ VEM PEDRA (OS AEROLITOS)





O fantástico episódio dos aerolitos foi O que mais repetiu na tv brasileira e é impagável (segundo um amigo meu que tem sífilis e que bebe fluido de motor). Uma das cenas mais bem-feitas (vide menos mal-feita) do seriado é o ataque de aerolitos no meio da trama, onde chove farinha de trigo, cimento, e isopôr, mas a cena teve impacto. A história é simples e tem poucas sub-tramas, mas tudo que é simples, aqui, funciona muito bem, a atenção principal aqui é dividida entre o Professor arqueólogo chato pacacete e que perdeu seu caderninho (aliás, sacanagem, chamar um herói pra isso) vivido por Ramón Valdez e o ótimo Pepe, ou Carlos, ou sei lá o que, vivido por Carlos Vilagrán. Esse é o melhor personagem do seriado, e sempre que necessário, o ator o revive pra dar o tom pastelão necessário. Indiscutivelmente, um dos melhores.

1- O SHOW DEVE CONTINUAR





Numa homenagem ao cinema que também não consegue perder o tom da piada, essa foi a melhor idéia e a executada com mais eficiência de todo o seriado. Um senhor que viveu sua vida admirando o cinema como funcionário de um estúdio, encontra-se com o Polegar para conversarem sobre cinema e se relembrarem de filmes que marcaram suas vidas, a idéia em si, é digna de um filme europeu, mas lógico, mesmo sendo uma idéia meio pretensiosa, tudo que Roberto Gomez Bolaños quer é tirar sarro, mas de maneira respeitosa, quase como uma versão. Entre os muitos filmes, estão: A Pantera Cor De Rosa, Lá No Racho Mediano (um filme mexicano), Salomão E A Rainha De Sabá (uma das melhores adaptações, com Maria Antonieta De Las Nieves roubando a cena e aproveitando bem o espaço com o muito bom Salomão de Bolaños e o guarda safadinho de Carlos Vilagrán), Quo Vadis?, A Dama Das Camélias, Carlitos, e a sensacional melhor cena, mais bem-feita, respeitável, admirável e emocionante de todo o seriado... a versão para Cantando na Chuva. O especial está entre os mais longos, e só a cena de entrada, com o personagem de Ramón adentrando no estúdio, já o faz valer a pena. Sem sombra de dúvida, o melhor (em qualidade) episódio de todos: "Chapolin: Não estava chovendo. Mas que bonito esse filme, hein. Ramón: É, Polegar, e o mais estranho é que eu achava que Gene Kelley realmente sabia dançar..."




Márcio Couto é fã de Chapolin, ele tem cerca de trinta anos e está ficando careca, vai em convenções vestido de Kiko, tem o óculos do Chaves mas namorada nem pensar, todos os episódios de Chespirito estão baixados no seu PC, entre um tokusatsu e outro, esfola os dedos quando a Patti tá em cena e faz de tudo para aparecer no Pânico na TV!...

23 comentários:

  1. Provavelmente voce nao deve ter levado apenas o quesito humor em consideraçao para fazer essa lista, Já que acho muitos episódios que entraram um pouco sem graça, como o ''Nao se enrugue couro velho que te quero para tambor'' e ''O circo de pulgas''. Eu os substituiria pelos engraçadíssimos ''Documentos Confidenciais'' e ''Chapolin em acapulco''. Mas além de ser um blog opinativo, com certeza voce nao está analisando os episódios apenas pelo lado humorístico, mas de fato senti muita falta dos episódios ''Politura de Chefalícia'',''O Caso do Bilhete Premiado'', ''Aprendiz de Super Herói'', entre muuiitos outros.

    Esclarecimentos -
    -Na posiçao 9, voce falou do episódio ''A Múmia do Museu'', mas a foto é do episódio ''As Piramides do Egito'';

    -Nao, a mulher que interpreta a Artrites (muito saudável, por sinal) nao é a Maria Antonieta de Las Nieves.

    Gostaría de mostrar a minha indignaçao em 2 pontos:

    - Gostei muito do que voce falou sobre o episódio do cinema, porém voce esqueceu de falar da parte mais bonita que é a última cena do último episódio desse especial, que só veio a ser transmitida há pouco tempo pelo SBT, na qual o velho e o Chapolin falam do amor ao cinema e que ele nunca vai morrer (para quem quiser ver, está no youtube);

    - Nao gostei da porra da tua identificaçao no final, já que eu adoro chapolin,estou ficando careca, tenho quase 30 anos, sou viciado em Tokusatsus, terminei meu relacionamento há 2 meses, esfolava (e ainda esfolo) os dedos p/ Patti e fiz de tudo para aparecer no Panico na TV SIM, entao o sr vai a MERDA!

    ResponderExcluir
  2. Aqui está acena final do episódio ''O show tem que Continuar''.

    http://www.youtube.com/watch?v=mp0w0OutleU

    ResponderExcluir
  3. Márcio Couto,o senhor conseguiu...

    ResponderExcluir
  4. Muito obrigado, Fernando de Paula.

    e Leandro... bem, vamos lá:

    É, cara, são 25 posições, coisa pacacete já, sem dúvida fica algum de fora, como deixei bem esclarecido no primeiro post de todo o blog.

    Tentei ser o menos opinativo o possível, tanto que sequer coloquei os episódios que mais gosto em primeiro ou segundo, tentei levar em consideração uma curta pesquisa feita em blogs.
    Quanto à foto, bem, quando digitei em imagens sobre a Múmia do Museu apareceu essa imagem aí, e eu bem me lembrava de uma cena parecida, fazer o que né =/

    Tem razão em parte, já vi o último episódio do cinema e o acho muito bom... mas ainda considero a montagem de Cantando na Chuva mais respeitável.

    E por último, cara, você tá com alguma mania de perseguição, não pretendia fazer uma alusão a vossa pessoa quanto a identificação final, só fiz uma generalização preconceituosa de fã nerd e, no final, a parte do aparecer no Pânico na TV! foi para que ficasse fácil a identificação para com minha pessoa. Se você não entendeu a piada, aí é outra história...

    e você não acha que está levando o blog um pouco a sério demais nesses seus comentários de teor ácido, crítico e tal? É só curtição, cara.

    Se não gostou da lista, bem, sinto muito. Mas tentei estar à altura dela. =/

    ResponderExcluir
  5. Ótima lista...talvez eu incluísee o do "honolável medidor de luz", um dos mais marcantes [mais pela repetição que ela qualidade,rs] e certamente, o episódio em que o tripa seca e o chinesinho estavam internados em um hospital, o tripa seca muito doente e o chinesinho saudável, e no fim as coisas se invertem,rs...e certamente, o episódio do baile a fantasia, em que o chapolim estava lá pra pegar os contrabandistas, que se comunicavam através do código "eu sou a flor silvestre que perfuma os campos",rs...ahh, além do episódio da bruxa, que tem o filho retardado que revela que a palavra mágica é parangarancutirrimirruaro,rs...mas enfim, acho os 25 episódios da lista ótimos.Apenas é muito pouco...um top 50 do chapolim não seria suficiente, mesmo pra mim que nunca fui fanático, e jamais fui em convenções usando roupas da turma do chaves [e de nenhuma outra forma]...embora goste da minha camisa do seu madruga.

    ResponderExcluir
  6. Acho que vc nao entendeu que eu estava zoando quanto ao comentário final, mas deixa quieto...

    Quanto ao comentário sobre o post, acho que é legal falar sério de vez em quando pra variar...Só nao entendi o porque do nervosismo..

    ResponderExcluir
  7. Veja bem meu comentário final..Da´p/ perceber claramente que eu estou zoando (apesar da maior parte das coisas ser verdade).

    ResponderExcluir
  8. mas eu não fiquei nervoso, vc q pareceu ter ficado com expressões como "indignação" e "vai à merda", mas enfim, pode ter sido só impressão

    concordo com vc, comentários sérios são pertinentes qndo feitos de maneira correta, não precisava ter tentado puxar uma "análise crítica aprofundada" para uma lista de blog destinado a humor ou tentado dar uma aula de achismos de chapolin, mas sério, nesse caso em específico, não tem a quê discutir, vc tem uma ressalva pq só demonstra gostar muito do tema e isso é bacana (bem sei q gosta, foi uma das pessoas na qual destino à lista)

    e bom, vc sempre acha q sou opinativo e tal,
    sabe, em algumas listas bem q sou mesmo kkkk,
    mais porque tratam-se de questões individuais do que qualquer outra coisa, mas essa lista, te juro, não foi uma delas

    abçaum

    ResponderExcluir
  9. É porque na maior parte das vezes que eu escrevo, é p/ falar besteira...Orkut, Twitter, MSN, só sai merda...Essa é uma das poucas oportunidades que eu tenho de falar sério e no caso de um assunto que realmente gosto...Servindo também para praticar minha escrita e meu senso crítico...rs

    ResponderExcluir
  10. falou então, fique à vontade (mas pega leve! rsrsrs)

    ResponderExcluir
  11. Faltou alguns: o do Poucas Trancas, o Bilhete de Loteria, o Honoravel Medidor de Luz, Leonardo da Vinci..enfim..foram centenas de episodios..não da pra enumerar todos. Abraços

    ResponderExcluir
  12. Cara ainda bem que vc não colocou o do bebê jupteriano, eu morria de medo desse episódio quando passava, eu sempre achava que o bebê gigante ia aparecer com a cabeça na janela la de casa. Mas enfim eu descordo da sua lista.

    ResponderExcluir
  13. Cara.ho Marcio, me diverti muito! Parafraseando fernando de paula: o senhor conseguiu.,

    e esse mala anônimo... sei não viu.

    beijos!!!

    Si.

    ResponderExcluir
  14. relaxa, Sir. tah tudo resolvido já.

    bem, vindo do Do-Contra, nada mais justo do q discordar hahhaha

    e, Tripa-Seca, todos realmente não dá. Mas o do Leonardo da Vinci e o do Poucas Trancas tão na lista =/

    ResponderExcluir
  15. um episodio de q achei q deveria estar na lista é o de Cyrano de Bergerac

    ResponderExcluir
  16. Aaaaaamo Chapolin ♥ !!!
    Sempre q estou estressada,vou ver um epis no yt p relaxar,rsrs
    Concordei com a maioria.
    Meus preferidos são:
    Vamos a Disneylandia c o Polegar Vermelho (Racha Cuca) / Goteeeeirasss (é assim q ele narra kkk) / A peruca de Sansão ,alguns q são inéditos etc etc e etc kkk…
    É melhor eu parar senão vou citar todos…
    bjos

    ResponderExcluir
  17. Ah, me lembrei, não posso deixar de falar: Operação Tipa Secaaa...O episódio toooodo é engraçado...!
    Tri bom!!!

    ResponderExcluir
  18. Boa listagem... Queria acrescentar um episódio que só conheci muito recentemente: a história de Don Juan Tenório... Divertidíssimo!
    Segue o link: http://www.youtube.com/watch?v=rJ_NbwvuOGc

    ResponderExcluir
  19. na minha opinião falo o "ser pequeno tem suas vantagens"

    ResponderExcluir
  20. pow meu parabens mais pra mim o episodio que mais da medo é o do abomineve homen das naves hahahahaha eu chegava a desligar a tv pra nao ver o close que a camera da no sr madruga vindo em direçao a camera do lado de fora da cabana tanto q essa cena nunca mais foi exibida so no sbt mesmo digo pq eu tenho varios dvds do chapolin com esse episodio e essa cena é cortada sempre mais parabens mesmo como disse esse é o meu favorito fikei feliz de ele esta na lista hahahaha abraço

    ResponderExcluir