Boa Noite, Seus Filhos Duma Pleura

Yes, we can... not. Sorry.

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

As 20 Mais Lindas Atrizes Hollywoodianas da História




Como não sabia o que colocar como foto de entrada à lista, pus a foto do Fandangos de Presunto, que é meu sabor de Fandangos preferido (e existe outro?!).

Pois bem, quase dois meses inteiros já se passaram e cá estou eu de volta com mais uma lista só pra vocês. Mas essa aqui vai ser um pouco diferente, pois, diferente dos outros posts, falarei bem menos.




É, eu sei, eu sei; muita gente deve ter ficado feliz... ...De toda forma, nesse mês exepcionalmente colocarei mais imagens, justamente para ilustrar melhor os motivos de cada posição.

Hoje falaremos sobre as mais lindas, mais fodas, mais incrivelmente exuberantes mulheres da história do cinema de Hollywood. De modo que, naturalmente, há muito mais mulheres do tempo do ronca - e que hoje estão com cara de estômago com úlcera - do que gente de hoje em dia, pra falar a verdade, somente três das 20 posições são mais recentes.

Isso porque, como já cansei de ouvir todo mundo reclamando que eu deveria opinar mais quanto às listas (que não são minhas, não esqueçam disso), ao invés, farei melhor: as deixarei fluir e intervirei apenas quando discordar severamente de alguma posição, aí então colocarei outra no lugar - relevarei mais quando houver empates do que quando forem posições unânimes, só pra evitar polêmica, porque gosto de mamilos e não quero entrar em detalhes.

Nesse post inaugurarei também o "O.M.C.", ou "Opinião Márcio Couto": se tratará das raras vezes em que houver algum buraco na construção final da lista, onde possa opinar à vontade, e colocar o que eu preferir na posição em aberto (nossa! isso não tinha como não ser mais pornográfico!).

Sem mais delongas.

Ejetar!



20- Kim Novak





Kim Novak é uma atriz problemática. Daquelas que reclamam da vida como mulheres reclamam de tudo que existe (desculpem-me, meninas... ....que não leem esse blog, então porque eu ainda me preocupo?). Kinzinha para os íntimos - e para o Paul Newman - travou uma batalha ferrenha contra os produtores da Columbia que queriam que ela trocasse seu nome artístico para Kit Marlowe, o bicho ficou feio e ela ficou mal-vista pelo estúdio durante muito tempo; ela também fez greve em protesto contra o salário que recebia na época, que deveria ser uma miséria mesmo, já que a moça, convenhamos, apesar de ter se saído muito bem em "Um Corpo Que Cai", não é grande coisa como atriz (com a ajuda do Hitchcock até eu pareço a Fernanda Montenegro né, minha filha... ...not). Mas como sempre foi meio gatinha, não ficou na miséria. Ah, sim, Paul Newman gostaria de dizer algo a respeito dela, diz aê Paul!



Ha! Ha! Ha! Ha! Ha! Ha! Esse cara me mata!


Aiai...


Próximo! Quero dizer: Próxima!



Ah, não! Peraê, esqueci... Algumas fotos de Kinzinhu aqui embaixo:






Agora sim: Próxima!



19- Natassja Kinski





O pitéuzinho aí em cima faz parte do laaaargo time de atrizes que sofreram pacaralho antes da fama; Ah sim! É melhor se preparar hein, porque apesar desse blog ser uma esculhambação de qualidade humorística ex-tre-ma-men-te discutível, neste post possivelmente você vai precisar de um lencinho para continuar lendo...
Enfim, Natassja Kinski é filha de um dos maiores atores da história do cinema e que está na minha lista de atores favoritos de todos os tempos: o Sr. Klaus Kinski (o que? não conhece? estuda mais, menino!); só que como o pai dela era um filho-da-puta, Natassja quase não o via e, no final da infância, ele a abandonou junto com a mãe, também atriz, mas não faço idéia do nome. As duas viveram numa comunidade meia-boca e sofreram sérios problemas financeiros, e como Natassja - Naty, para os íntimos... ...e pro Paul Newman - já era uma coisinha linda de Deus do Céu, foi trabalhar como modelo; deu aqui, mais um pouco ali, e conseguiu um papel num filme de Wim Wenders... Daí pra frente, foi se relacionando com diretores cada vez mais poderosos (como Roman Polanski, com quem fez "Tess") e se tornou uma atriz de qualidade. Casou-se com Quincy Jones (porque toda alemã é chegada num negão... ...merda, porque Deus não me fez da cor do ébano?) e viveram um bom tempo juntos. Hoje em dia, está meio sumida, e cinquentona, mas creio que continue bonita. Ah, já ia me esquecendo: ela é narcoléptica. Então, pra quem curte dar uns pegas na prima dormindo...


(...)



Bom, deixa pra lá... ...Algumas fotos dela aqui embaixo:








18- Angelina Jolie





Devo confessar uma coisa, e isso vai chocar alguns de vocês três que leem essa porcaria: EU NÃO GOSTO DA ANGELINA JOLIE! Sim. Sinto muito, mas não gosto. Sério mesmo... Ah, sei lá, cara, acho esse papo de boca de almofada meio nada a ver, e a boca dela é grande demais, é maior que a MINHA boca! E olha que a minha é grande hein... Enfim, apesar dela permanecer linda nas fotos photoshopadas, nas imagens ao vivo de reportagens pelo menos acho esquisita pacacete, e principalmente nas fotos que encontrei com ela sem maquiagem... velho... tô falando sério, é de estourar o pâncreas. Só não vou pôr aqui porque só postei mulheres bonitas, e vou deixar vocês com a ilusão de que ela é uma delas...




17- Isabella Rossellini





Hoje em dia ela tá o cão mordendo a bunda do Faustão, mas Isabella Rossellini, filha do renomado diretor italiano (e a quem eu adoro) Roberto Rossellini com a atriz - que também está nessa lista (e que nem preciso dizer que adoro também, mas de forma diferente) - Ingrid Bergman, já foi sinônimo de beleza copiado e replicado aos montes por modelos européias. Ela criou tanta tendência, que tornou-se inclusive um símbolo de bom-gosto só por ser bonita, meio escroto né, pois é, concordo, ninguém mandou nascer feio, xará, agora aguenta... Mas deixa quieto, Isabella (ou "Isa") também é responsável pelo time "J.C.I.R.", ou "Já Comi A Isabella Rossellini", que consta de um time magro de pessoas renomadíssimas dentro de hollywood, são elas: Martin Scorsese (foi casada), David Lynch (que pegou enquanto casada com Scorsese; mas foi seu amante por pouco tempo,o Lynch devia querer fazer alguma brincadeira sexual envolvendo orelhas, regadores, novalgina, e uma piscina de ruffles), Jonathan Wiedemann (foi casada), Gary Oldman (só deu uns quebretes), Paul Newman (que pegou todas as atrizes de hollywood), Jose Mayer (que já pegou todas as mulheres da Terra), André Gonçalves (que já engravidou todas as mulheres do universo), o dinossauro Barney (quando criança), e por aí vai.

Outra foto da mina aí ó:





Prometo que escreverei menos agora (como eu falo, viu, caralho brother!)


Ah, e vou logo avisando que a partir daqui só tem atriz antiga. Bem antiga. E se você não concorda com beleza clássica, aconselho a dar uma chance a si mesmo dando uma conferida com seus próprios olhos. Algumas das mulheres que você verá a seguir podem ser meio chocantes para os de coração fraco.

Sai de baixo que agora só tem pedrada.

Essas, meus caros, são as verdadeiras atrizes mais lindas da história de Hollywood.




16- Greta Garbo





"Greta é como a Mona Lisa: uma das grandes coisas da vida, e tão distante quanto." Com essa frase anônima iniciamos essa posição. Greta Garbo não era só alguém de beleza tão elevada que chegava a ser esquisita, mas também uma das figuras mais brilhantes e misteriosas da história do cinema, e é inclusive considerada a quinta maior lenda da história do cinema, e também, a atriz mais influente de todos os tempos, não só pelo talento inegável, mas também pela atitude e comportamento, digamos, bizarro... ...Vou explicar: extremamente reservada e tímida, era o Bob Dylan do cinema (que porra de comparação) e concedeu pouco mais de 10 entrevista durante toda sua vida. As pessoas falavam tantas coisas sobre ela, que era difícil dizer o que era verdade e o que era mito:

* Garbo só aceitava pessoas estritamente técnicas no set de filmagem, expulsava nobres, pessoas famosas, ou qualquer um que não fosse ligado à realização do filme, e não conseguia trabalhar se alguém a vigiasse ainda que de longe.

* Ficou tão abalada com as críticas negativas do filme "Duas Vezes Meu", que se isolou totalmente dos holofotes e ficou décadas sem aparecer em público.

* Quase nunca dava entrevistas de boa vontade. Odiava falar de seu trabalho com os outros.

* Recusava-se terminantemente a dar autógrafos por achar que sua letra era feia e que as pessoas se diminuíam colocando-se numa posição subserviente de pedintes, ela não suportava nem poderia incentivar isso. Uma rara exceção à regra aconteceu em 1928, Hubert Voight, publicitário da MGM, tinha dado um crachá para uma menina de 10 anos que havia feito um álbum com centenas de fotos e recortes de jornais sobre Garbo. Pálida de emoção, a garota entregou o álbum a Garbo, olhou agoniada para Voight, depois para Garbo, e caiu desmaiada no chão. Garbo ajoelhou-se ao seu lado e massageou-lhe as têmporas até que a menina voltasse a si. "Alguém me arranje uma caneta", ela disse e pela primeira vez em público deu seu autógrafo em letras garrafais na primeira página do álbum da menina.

* Greta Garbo foi heterossexual, passou para bissexual, e tornou-se assexuada depois.

* A maioria de seus amigos não se conheciam, ela raramente deixava escapar nomes.

* É o grande ídolo de Madonna.

* Algumas pessoas que a conheciam diziam que ela gostava de se travestir como homem e que era masoquista.

* Outros dizem que foi uma espiã da Grande Guerra.

Enfim, tem tantas outras coisas a respeito sobre Greta Garbo que se querem realmente saber, basta ler ou assistir alguma das dezenas de biografias e documentários sobre ela.

Mas algumas fotos de Greta:









15- Anouk Aimée





Essa tem o padrão Federico Fellini de qualidade, titio Fefê já nadou muito naquele decote... Então, Anouk é uma atriz francesa pouco conhecida pelo grande público, mas é essa belezura aí em cima. Pode falar, ela é sensacional mesmo. Já foi indicada ao Globo de Ouro e Oscar de melhor atriz pelo filme "Um Homem, Uma Mulher", de Claude Lelouc (aliás, muito bom hein, recomendo); venceu o Cannes de Atriz com "Salto Nel Vuotto" de Marco Bellochio, já recebeu um César por conjunto da obra, também Urso de Ouro em Berlim pela carreira... ...Enfim, é pau pra toda obra. A moça também protagonizou o grande clássico de Fellini "A Doce Vida" vivendo a deslumbrante Maddalena. Tá, não tenho muita coisa pra dizer dela, nem todo mundo teve uma vida controversa e foda que nem a Greta Garbo, então, vou passar pra próxima posição...

Mas antes, tenho algumas boas fotos de Anouk Aimée aqui:











Ô beleza hein!!



14- Ava Gardner





"O mais belo animal do mundo", já dizia Jean Cocteau. Ava Gardner faz parte do vaaaaasto pasto das Atrizes Vagabundas... ...Desculpe, gente, mas é verdade. Ela era considerada uma das mais belas atrizes do mundo, e foi até indicada ao Oscar pelo papel em Mogambo, mas AVA GARNDER ERA UMA PIRANHA, ponto. Olha como ela sabe dar um golpe: foi apresentada a Mickey Rooney - um então rapaz de duvidoso caráter artístico - que era o grande bambambãm da MGM; o que Avinha fez? Traçou o ricaço e se casou com ele, recebendo bons papéis em seguida. Pouco depois, se separaram por excessivas brigas, algumas eram tão escandalosas que davam pra ser ouvidas, vindas do camarim, por todo set de filmagens... Daí veio Artie Shaw, um músico intelectual que já escreveu inclusive algumas peças de profundidade tão bisonha, que nem tento ler. O cara tava estouradaço e todo mundo em hollywood amava ele... ...advinha? Isso! Avinha traçou o cidadão, garantindo mais uma grana gorda pro bolso. Artie tentou fazê-la uma intelectual entupindo-a de cultura e livros, mas como ela não passa de uma malandra muito da trambiqueira, estilo personagem da Débora Seco, mandou o foda-se e se divorciou de novo. Poooouco depois, Howard Hughes (tá ligado no filme "O Aviador"? Então, o próprio) já limpava o nariz com Euro (isso antes dele sequer existir) e usava Luxemburgo como banheiro, quando Avinha pintou em sua vida, mas como esse era muito problemático, ela só ganhou um monte de coisas dele, dizem inclusive que ela o respeitava muito, mas decidiu não tomar partido por ter pena dele, vai entender as mulheres... Peraê, peraê, pensa que acabou?! Naaada, xará! Aí então, seguindo com sua carreira de biscateira, Avinha abocanhou (literalmente) ninguém mais e ninguém menos que Frank Sinatra! ÓÓÓÓIÁÁÁÁ!!!! Esse casamento até que durou mais do que a média: dois anos inteiros; é, menina! Te juro! Ela se relacionou também com um toureiro sensação na Espanha chamado Luis Dominguin, isso depois de só viajar por alguns dias por lá... ...E eu não vou nem falar que o Paul Newman já deve ter passado muito por ali... ...Na boa, quero ouvir tu falar agora que "Essa é pra casar"

Agora, com o nível das imagens, dava pra entender porque geral ficou caído por ela. Olha isso:










Seguindo, porque ainda falta pacacete.


13- Florinda Bolkan





"Escolhi você por que seus olhos são de quem já conheceu a fome", foram as palavras de Vittorio de Sica - diretor de O Ladrão de Bicicletas - para Florinda quando a selecionou pro filme "Amargo Despertar". Aposto que você nem sabia que a hollywood da era de ouro já hospedara uma atriz brasileira. Sabia? Seu chato! Bom, Florinda Bolkan é a bela atriz cearense vindo das lapadas da terra do agreste para esse mundão de Meu Deus. Arriégua! Arretada que só ela, tentou a vida nas Europa desse mundão e foi descoberta por Luchino Visconti. Sua carreira se concentrou mais pela Itália mesmo, onde ganhou 3 Prêmios David di Donatello, o Oscar italiano. Florinda é conhecida pelos cinéfilos principalmente por sua grande atuação em "Investigação Sobre um Cidadão Acima de Qualquer Suspeita", ou como ela gostava de falar - já que é cabeça-chata - "Os Macaco Atrás Dum Cabra Que Num Se Aperreia".

Florinda Bolkan era linda, olha só uma amostra:















12- Julie Christie





"A mais poética de todas as atrizes", palavras de Al Pacino, e se ele falou tá falado. Julie Christie é certamente uma das mulheres mais lindas, sexys, e gatosas dessa lista. Ela ficou muito famosa pelo seu papel como a lindííííssima, absuuurda, deliciosííííssima, Lara Antipova, na película de David Lean (um dos meus diretores prediletos) "Dr. Jivago". Ganhou o Oscar de 1966 por sua atuação em "Darling" e já foi indicada 4 vezes ao todo... Sabe uma coisa que tá caindo a ficha agora? Não é incrível que, salvas algumas raras exceções, a enorme maioria das atrizes antigas, além de serem os grandes alicerces dos padrões de beleza feminino que repercurtem até hoje, também se tratavam de atrizes excepcionais? Por que hoje a gente só tem modelinhos bonitinhas que não sabem fazer uma expressão de espanto decente em frente à câmera? Por que hein? O que aconteceu que hoje em dia as pessoas vão pro cinema pra verem mulheres bonitas se esquecendo principalmente que por detrás daquele rosto, deveria haver, uma atriz? E sem falar que isso era o mínimo de se esperar de alguém que ganha o salário que ganha cumprindo tão piamente seu trabalho. Na boa, não tenho paciência pra essas Megan Fox, Blake Lively, Kristen Stewart, Emma Watson, e por aí vai, podem ser bonitinhas e o cacete, mas elas são atrizes primeiro, ou deveriam ser. Fodam-se elas! Só desprezo pra Hollywood de hoje em dia, sinceramente.

Desculpem pelo meu excesso de bipolaridade, para recompensá-los, algumas fotos de Julie Christie que acalmam os olhos:







Gente do Céu, que mulher linda...

Mas agora vamos falar de Pier Angeli.



11- Pier Angeli ("O.M.C.")





Nessa altura do campeonato você deve estar se perguntando quem é essa beldade aí em cima, certo? Fala que sim, porra! Cara chato... ...Pois bem, não me surpreende que você não conheça Pier Angeli ou que sequer tenha ouvido falar dela, Pier é conhecida mais por aqueles que estudam cinema e principalmente por simpatizantes de filmes italianos. Isso porque Pier Angeli nunca se tornou uma atriz tão grandiosa do quilate de Marlene Diettrich ou Joan Crawnford, ela teve sim, uma época de apogeu em Hollywood, mas já vou chegar lá, então vamos por partes, que nem o Jack Estripador... (êê piadinha, puta merda) ...Pier foi descoberta por Vittorio De Sica (sempre ele) que ficou pasmo com a beleza hipnotizante da atriz e a pôs para protagonizar seu filme "Amanhã Será Tarde Demais"; a boa recepção da crítica e do público italiano acarretou numa segunda parceria entre os dois, em "Amanhã Será Um Novo Dia" (como ele é bom com nomes hein). Pier ficou um tanto famosa na Itália e através de uma ajudinha aqui e outra ali, tentou a carreira em Hollywood, onde ficou amiga da também atriz Debbie Reynolds, e noiva de Kirk Douglas (que é um cara que segue o "Paul Newman Way Of Life"), mas pouco depois o noivado acaba e ela conhece o grande amor de sua vida, o cidadão aqui embaixo:




Não, gente, não sou eu! Que coisa! Sei que me confundem muito com ele, mas vamos abrir os olhos, eu nunca poderia ter vivido naquela época se só tenho 26 anos! Eu hein... ...Pois bem, Pier Angeli namorou James Dean por 3 meses, porém sua mãe odiava Dean graças ao comportamento dele, digamos, "agitadinho". Dessa época para frente, Pier viveu alguns bons papéis no Estados Unidos, mas gozou da fama por pouquíssimo tempo, e os trabalho ficaram cada vez mais escassos; voltou para a Europa em seguida, onde ainda conseguiu alguns papéis, mas levemente foi caindo no ostracismo. Até que, após alguns casamentos frustrados e uma vida cada vez mais solitária, morreu em 1971 por overdose de barbitúricos. Então, brother, esse é só um dos casos de atrizes que ganharam algum reconhecimento e notoriedade - mais por respeito de sua memória - depois de mortas, foda isso né.

Se você ainda não aceitou a beleza de Pier Angeli. As fotos aqui embaixo certamente vão te fazer ficar encantado por ela... ...quer dizer, a não ser que você seja gay né, aí não tem jeito mesmo...




























Foda né. Pode falar, eu sei.

Próxima nessa porra!



10- Ingrid Bergman





"Ingrid é a encarnação de uma Valquíria", segundo Roberto Rossellini. Creio que só se você gosta de "Velozes e Furiosos" nunca tenha ouvido falar em Ingrid Bergman. A atriz sueca, mãe de Isabella Rossellini, foi uma das maiores atrizes de seu tempo e certamente da história. Ingrid é detentora de 3 oscars, dois como atriz principal e um como coadjuvante, sendo que concorreu outras 3 vezes, foi indicada 7 vezes ao Globo de Ouro vencendo 3 vezes, indicada também a 2 baftas, venceu um, recebeu um prêmio especial do júri em Cannes por sua atuação i-na-cre-di-tá-vel em "Sonata de Outono", sem contar o César pelo conjunto da obra... e por aí vai, companheiro. Ingrid foi casada com Roberto Rossellini durante muito tempo, mas se apaixonou por ele enquanto ambos eram casados com outros cornos; por isso foi muito mal-vista nessa época, sendo um símbolo de mulher adúltera e um mal exemplo às mulheres americanas, forçando-a a voltar para sua terra natal, onde ficou um bom tempo depois. Ainda assim, sua carreira em Hollywood foi meteórica, e estrelou em filmes como Casablanca; Por Quem Os Sinos Dobram; Anastásia - A Princesa Esquecida; e uma caralhada de outros... Aposto que agora você está começando a entender o que estou falando quando digo que atrizes de qualidade completam seu talento com a beleza. Espero mesmo que esteja entendendo finalmente o que estou dizendo e que, principalmente, esteja concordado, por que eu tenho a péssima mania de estar sempre certo, acostume-se (cof! cof!). E agora, imagens de Ingrid Bergman... ...Se você ainda não captou a gravidade da parada, olhe bem para essas fotos, xará, e veja a seriedade do recado:









Ridícula né.

Tô parecendo um policial carioca falando, eu hein... Prometo falar menos a partir de agora.

Próxima!



9- Rita Hayworth





"Nunca houve uma mulher como Gilda", diz o personagem de Glenn Ford no clássico homônimo de Charles Vidor em 1946. Rita Hayworth faz parte da vaaaaaaaaaaaaaasta lista de atrizes de hollywood que... que.... ....que são, infelizmente, trambiqueira. Rita casou-se com: Edward Judson (1937-1942), Orson Welles (1943-1948, pois é, nem eu sabia dessa), Príncipe Aly Khan (1949-1953, tornando-se inclusive a primeira atriz de hollywood princesa), Dick Haymes (1953-1955), e James Hill (1958-1961); nota-se que só gentinha sem grana né, e só não vou contar nenhuma das histórias escabrosas de cada um dos casamentos porque prometi ser mais rápido daqui em diante. Rita foi considerada, por muito tempo durante sua época áurea (que não foi curta), a mulher mais linda do cinema, e ela era tão requisitada pelos produtores, diretores, atores e, é claro, Paul Newman, que se tornou o símbolo sexual máximo do cinema durante a era de ouro, principalmente no apogeu alcançado pelo seu filme mais prestigiado: "Gilda", onde faz uma mulher provocante cujos trejeitos e atitudes influenciaram quase tudo que veio depois; além deste, quando com Orson Welles protagonizou "A Dama de Shangai", considerado um de seus melhores papéis. Nos anos 60 começou a sofrer do Mal de Alzheimer, e morreu aos 69 anos na casa da filha, Yasmin, em 1987. A despeito de seu fracasso nos muitos matrimônios, gostava de dizer a célebre frase, que foi inclusive imortalizada: "A maioria dos homens se apaixona por Gilda, mas acorda comigo"

Olha a Rita aê:








Sim, sim, ela era muito bonita. Apesar do olhar cruzado, né. Mas acho isso até charme... ...Que que foi?




8- Sophia Loren





Essa era muito sinistra, velho, puta merda. Que coisa linda! Fala sério! Tá brincando hein! Ah se eu te pego, minha filha, é só pentada violenta... Caham! Sophia Loren foi, e sempre será, a grande musa de Federico Fellini, e não só dele, mas também de Vittorio De Sica (só pra variar), Ettore Scola, Robert Altman, Renato Aragão, e por aí vai. A mulher já foi casad... ah, foda-se, não vou falar com quem ela foi casada, já cansei desse papinho. Ela tá aqui porque simplesmente era GOSTOSA PACARALHO! PORRA! E, olha, acho que mesmo depois de velha (depois de beeem velha), se eu tomar umas dose de Cinquenta e Um, eu encaro hein... ....porra nenhuma! Nem preciso disso, é só dizer que vai se casar comigo e que eu vou morar com uma velha milionária na Europa que tá tranquilo.... ....E pelo visto, o legado de Ava Gardner está seguro comigo...

Agora, parceiro, veja as fotos dessa coisa:
















Pára de babar, rapá! Ainda tem um monte pela frente, e agora só melhora.



7- Marilyn Monroe





Prepara o lenço, a história dessa aqui é de ficar desidratado. Norma Jeane Mortensen é o sinônimo máximo do Glamour de Hollywood, sua ascensão e brilho foram tão cegantes que ela foi a maior estrela de sua geração, e a admiração de seus fãs foi muito além do cinema: a figura pública de Marilyn era igualmente cativante e impressionante, sendo extremamente bem-relacionada e participando de festas das mais altas estirpes por todo o país e Europa, ela é o máximo que Hollywood pôde chegar em matéria de fama e sucesso.

Falei bonito? Beleza. Agora vamos falar da vida de Norma Jeane.

Norma nunca conheceu seu pai, e sua mãe, uma funcionária da RKO (produtora onde Orson Welles rodou "Cidadão Kane") que foi internada por loucura quando Norma era ainda muito jovem; a própria passou boa parte de sua infância entre um orfanato e outro, e algumas casas de amigos do que restara de sua família. Morou com uma grande amiga por um bom tempo, mas quando o casal inquilino ficou com sérios problemas financeiros, ela teve de escolher entre voltar para um orfanato ou ficar com seu namorado da época: escolheu o que foi mais sensato e casou-se com o namorado, pouco depois. O marido foi pra marinha e Norma conheceu um fotógrafo que fez um ensaio com ela, pouco depois tornou-se uma modelo respeitável e teve de escolher entre o casamento ou uma promissora vida de atriz em hollywood: divorciou-se antes mesmo de assinar seu primeiro contrato. Após algumas pontas, Norma, agora com o nome de Marilyn Monroe, alcançou o estrelato com a elogiada performance em "Niagara", nessa época ela já era um grande símbolo sexual. Após um segundo divórcio com o jogador de beisebol Joe Dimaggio (Maria Chuteira), investiu pesado na carreira de atriz tentando ser levada a sério; abriu em seguida o próprio estúdio, que produziu alguns bons filmes: um deles rendeu-lhe um Globo de Ouro ("Quanto Mais Quente Melhor"). Ao se casar com o dramaturgo Arthur Miller e, pouco depois, se divorciar novamente (e eu dizendo que ia parar de falar em casamento), a vida de Marilyn Monroe virou um inferno: vítima de tablóides, escândalos, e as mais absurdas fofocas, que só fizeram fulminar com sua recente boa imagem. Mais uma delas, a que era envolvida com o então presidente John Kennedy desde quando casada com Joe Dimaggio, foi o que praticamente destruiu sua carreira, e a imagem já desgastada, pulverizou-se entre os grandes empresários dos estúdios. Pouco depois do escândalo, Kennedy foi chantageado pelo FBI e a Máfia a livrar-se de Marilyn, e acabou a deixando: daí milagrosamente sua imagem voltou a melhorar, ganhando inclusive um prêmio de "personalidade feminina mais querida do cinema"... ...E foi encontrada morta em casa pouco depois, oficialmente foi por uma overdose de barbitúricos, mas há quem diga que Marilyn foi assassinada pela Máfia que tinha medo dela saber alguma coisa sobre um esquema antigo ligado à Kennedy. Marilyn Monroe viveu seus últimos dias reclusa e alguns dizem que ela atravessava uma forte depressão.

Mas deixem isso de lado, e vejamos algumas fotos desse petardo.








R.I.P.



6- Brigitte Bardot





Eu acho que eu já esgotei todos os meus créditos (se eles ainda existem) que tinha com vocês depois dessa posição imensa anterior, né? Bom, essa será curtinha. Brigitte Bardot é possivelmente, da lista, a pessoa cuja beleza mais pode ser considerada ainda um tanto contemporânea. Brigitte já teve tantas músicas em sua homenagem (e aposto que também muitas punh... ...poesias) que só vou citar apenas alguns dos mais importantes... ...por exemplo: Bob Dylan ofereceu-lhe a primeira música que escreveu na vida, dizendo que ela só foi possível graças a influência da beleza de BB (como Paul Newman a chama); não só ele, John Lennon e Paul, só que dessa vez, o McCarthney, eram loucos por Brigitte, pra não dizer tarados por ela, queriam inclusive fazer um filme com ela nos tons de "Os Reis do Iê-Iê-Iê" (só que com vibradores, loiras suecas, um anão, e um pôney). John a conheceu num hotel em 68, mas disse que "nenhum dos dois se impressionou um com o outro, eu estava numa viagem de ácido, e ela estava de saída". Ha! Ha! Ha! Ha! Esse cara me mata!

Imagens dessa gostosura:
















5- Claudia Cardinale





Essa pra mim é a criatura mais sexy que já pisou nesse planeta, eu diria até que em qualquer planeta desse sistema solar também, e nas Nuvens de Magalhães, como poderia me esquecer. Claudinha (titio Fefê assim a chamava), em minha não tão humilde opinião, sintetiza tudo que é a beleza da mulher italiana: desde sua opulência (e quando digo opulência, leia peitões enormes), passando por esse olhar quente e beeem vivo, até a loucura que é o tom olivado de sua pele (gostou né, escrevo pacaralho rapá... ...não consigo entender por que ainda assim não pego mulher?... ....Ah é, lembrei assim que olhei pra dentro da minha cueca). Se alguém não teve a oportunidade de ver Claudia Cardinale em toda sua gostosura e suculência, recomendo que assistam a "Os Profissionais" e, principalmente, ao sensacional "Era Uma Vez No Oeste", onde é possível se chegar a um nível absurdo de tenacidade sexual... ....sem contar qualquer um dos filmes do Fellini, que adorava ela, era mais uma das muitas "preferidas" dele; cara... como eu queria ter sido o Federico Fellini, e não estou falando pela qualidade dos filmes que fazia...

Agora, a sessão Claudia Cardinale, é de estourar a siroula.































Minha Nossa Senhora, vou te contar...

Bora, tocando a vida.



4- Catherine Deneuve





Essa aqui é mais pra um pessoal intelectualizado. Catherine Deneuve é conhecida por ser um padrão "gálico" de beleza, mas como não faço idéia do que isso signifique, só falei pra encher linguiça porque já estou ficando de saco cheio de escrever essa desgraça... ...o que?! Ora tô escrevendo a quase 6 horas, diacho! Ih, nem vem... ...Mas enfim, Catherine (Cáti, para José Mayer) foi casada com o diretor Roger Vadin e com Marcello Mastroianni (calma, não ao mesmo tempo) com quem teve uma filha. Sua contribuição para o cinema quase sempre é com papéis de mulheres frígidas, mas que na verdade escondem um fogoso apetite sexual. Tipo o filme que ela fez com o Buñuel: "A Bela Da Tarde", onde é uma aristocrata púdica que gosta de dar umas escapadelas até o bordel mais próximo... ...por que será que filmes intelectuais sempre terminam em putaria hein? Reflita sobre isso antes de dormir.

Tó aê:


















3- Elizabeth Taylor





A atriz de olhos liláses. Liz Taylor, ou só Lizinha (apelido carinhoso de seu amante: Renato Aragão), é (ou ao menos "era" enquanto viva =P) a presidente do aaaaaaaaaaaamplo pasto do time de atrizes chegado num casamento. Olha eu sei que já devo estar enchendo o saco com esse papo de casamento em cada uma das posições, mas é que com ela é impossível não mencionar: isso porque Elizabeth Taylor já foi casada, digamos, com um número de maridos maior do que a quantidade de dedos de uma mão cheia (Lula se retira triste da sala); meus caros, Liz já foi casada com: Conrad Hilton Jr. (1950 - 1951), Michael Wilding (1952 - 1957), Michael Todd (1957 - 1958), Eddie Fisher (1959 - 1964), Richard Burton (1964 - 1974) e (1975 - 1976; sim ela se casou com o ator de Cleópatra duas vezes), John Warner (1976 - 1982), e por último, Larry Fortensky (1991 - 1996)... caralho! Por que que essa filha da puta se casou tantas vezes, cacete?! Essa mulher só podia ser fudida das idéias! Acho que se eu procurar na minha árvore genealógica encontro até que meu pai já foi casado com ela, e também a Ava Gardner... Peraê, Paul Newman quer falar uma coisa:



Aaaaahhh, então tá explicado. Valeu por nos esclarecer, Paul.

Olha as imagens desse chuchuzinho:











Agora, ela já coroa:



Linda, né.

Vambora que tá acabando!



("chuchuzinho", Márcio?!)




2- Grace Kelly





Princesa Grace Kelly de Mônaco, para o Aragorn. Essa mina aí, certamente, é minha primeira posição. Eu não tenho muito o que dizer sobre Grace Kelly, a não ser que a vida dela foi de um conto-de-fadas até uma tragédia grega: ela era a atriz favorita de Alfred Hitchcock além de ser extremamente talentosa, casou-se com um príncipe (Rainier III de Mônaco), governou um lugar paradisíaco, teve filhos lindos... ....e morreu num acidente de carro ainda jovem (nem tanto); na verdade, Grace foi a única que morreu no acidente: ela tinha acabado de ter um derrame cerebral e, enquanto discutia com a filha (Stephanie, que conduzia o veículo) na estrada, o clima parece ter ficado bem ruim, e o carro desgovernou: Stephanie foi acusada de ter causado a morte da mãe, que ficou em coma ainda por algum tempo antes de falecer. Olha, eu gosto tanto da Grace Kelly que dessa vez não vou fazer nenhuma tirada... ...Então, pra encerrar, digo que a beleza dela é lendária, tanto que é comum ouvirem dizer que Grace será lembrada como sendo eternamente linda e jovem.

Algumas imagens de Grace, veja por si mesmo do que estou falando:














E a Primeirona da Listaaa!!!



1- Audrey Hepburn





Audrey Hepburn está em nosso primeiro lugar não somente pela beleza arrebatadora, o carisma hipnotizante, o talento nato, a voz cativante, e por ter me dado 20 pratas, mas também, porque Audrey Hepburn, mais do que qualquer outra coisa, era um ser humano sem igual.
Abaixo, Audrey Hepburn - já bem velhinha - como embaixadora da Unicef.



Filantropia não é suficiente? Veja o que Audrey Hepburn disse quando pediram que revelasse seus segredos de beleza:

"Para ter lábios atraentes, diga palavras doces; para ter olhos belos, procure ver o lado bom das pessoas; para ter um corpo esguio, divida sua comida com os famintos; para ter cabelos bonitos, deixe uma criança passar seus dedos por eles pelo menos uma vez por dia; para ter boa postura, caminhe com a certeza de que nunca andará sozinho; pessoas, muito mais que coisas, devem ser restauradas, revividas, resgatadas e redimidas;lembre-se que, se alguma vez precisar de uma mão amiga, você a encontrará no final do seu braço. Ao ficarmos mais velhos, descobrimos porque temos duas mãos, uma para ajudar a nós mesmos, a outra para ajudar o próximo; a beleza de uma mulher não está nas roupas que ela veste, nem no corpo que ela carrega, ou na forma como penteia o cabelo. A beleza de uma mulher deve ser vista nos seus olhos, porque esta é a porta para seu coração, o lugar onde o amor reside."

Aposto que vai colar essa porra no Orkut, ou no Facebook, ou na contracapa do teu caderno da Fergie (primeira idiota que veio na minha cabeça).

Audrey Hepburn era belga, filha de uma nobre que a levou a um internato inglês depois que se separou do seu pai. Quando a Alemanha declarou guerra e Audrey foi tranferida para a Holanda (país neutro) pela família, sofreu os horrores da guerra, e sozinha, estando à beira da morte muitas vezes. Nenhuma das outras atrizes listadas aqui chegaram a estar tanto na miséria do que a bonequinha de luxo, que foi salva, quando muito jovem, por uma linha de soldados trazendo suprimentos. Na verdade, Audrey Hepburn teve que inúmeras vezes sobreviver comendo folhas de tulipa e, segundo contam inclusive, houve uma situação em que se viu obrigada a revirar lixo.

Audrey Hepburn morreu em 1993 de um câncer no apêndice que espalhou-se para o cólon, ela tinha 63 anos... ... Mas não vamos falar disso, falemos apenas que, quando atriz, ela se tornou o símbolo máximo da sofisticação e da elegância, traços que, acentuados com sua inteligência apurada, apenas poliram sua já lendária beleza levando-a, recentemente, a ser considerada pela própria Academia De Ciências Visuais Norte Americana como a maior lenda da história do cinema e a Atriz Mais Linda da história de Hollywood. Acho que agora é o suficiente, né.

Mais algumas imagens dela:













E é isso. Eu não sei quanto a você, mas eu estou morto. Só volto a escrever em Novembro, ou Outubro mesmo, quem sabe?

Sei que muitas partes desse post foram mais sérias do que de costume, mas eu decidi dar uma variada aqui porque a vida da maioria dessas atrizes foi muito atribulada e melancólica, fazer piada o tempo todo ia quebrar um pouco a veracidade das histórias contadas.

Enfim, agora com licença que o Justin Bieber daqui a pouco vai fazer um show perto da minha casa e eu tenho que fugir pra bem longe, mas já tenho um show melhor pra ir: "Joelma, aí vou eu, minha loira!"

Agora na boa, se depois desse post gigante, tu ainda ficar com preguiça de comentar... Aí vai ser foda!

Márcio Couto é um ator de hollywood, aprendeu com Liz Taylor (segunda na linhagem do "Educandário Paul Newman Para Papa-Cús Rasteiro") a ser um viciado em alianças, luas de mel, e discussões que acordam os vizinhos. Vive recluso numa ilha em algum lugar da Europa, pois tem medo de que encontrem sua coleção de fotos masoquistas. Quando soube que sua filha queria trocar o nome para Ava, a deserdou. Foi encontrado ontém morto em casa, por overdose de barbitúricos... ...e Fandangos de presunto.


Olha, agora é sério, prometo escrever menos a partir deee... ...Agora!